O que é osteocondroma?

Tempo de leitura: 2 minutos

Os osteocondromas são os tumores mais comuns que acometem os ossos. Eles são tumores benignos comuns no consultório do ortopedista oncológico, e têm baixo potencial de virar câncer. Eles são mais comuns nos ossos da perna, pelve e escápula, mas podem ocorrer em qualquer osso do corpo humano. Saiba mais sobre esse tumor e entenda mais sobre suas causas e características:

 

Afinal, o que é osteocondroma? Devo me preocupar?

O osteocondroma é o tipo de tumor ósseo benigno mais comum. Elle não é câncer e tem baixo risco de virar um. Este tumor caracteriza-se por um crescimento anormal no osso, originário de células ósseas envolvidas de cartilagem e não causa sintomas em grande parte dos casos. Frequentemente é descoberto por acidente em exames de imagem durante um evento traumático, por exemplo.

Quais as principais características do osteocondroma?

Os osteocondromas possuem algumas características frequentes , como a de serem diagnosticados na segunda ou terceira década de vida do paciente, atingir igualmente homens e mulheres e em 90% dos casos são uma única lesão. Sua causa não é conhecida, mas eles estão associados com a algumas síndromes genéticas como Osteocondromatose múltipla ou exostose múltipla hereditária, ou seja, se alguém da família possui esse problema aumentam as chances dos novos membros da família apresentarem essa doença também. Nestas síndromes , o paciente apresenta múltiplos osteocondromas, deformidades ósseas e baixa estatura.

Os osteocondromas representam 35% da incidência dos tumores ósseos benignos. Eles são muito comuns e não precisam gerar grandes preocupações num primeiro momento.

Ortopedista oncológico: saiba mais sobre o osteocondroma

Ao falar em tumor, prontamente as pessoas associam a câncer, mas nem sempre o ortopedista oncológico irá tratar apenas de câncer. Esse especialista é responsável por estudar, diagnosticar e tratar qualquer tipo de tumor que acomete os ossos, sendo eles malignos ou não. Dessa forma, o médico ideal para cuidar do osteocondroma é o ortopedista oncológico.

Qual o tratamento do osteocondroma?

Nem sempre o osteocondroma causa problemas para o paciente. Geralmente o paciente não sabe que tem esse tumor e quando descobre é porque sentiu alguma protuberância indolor e dura na pele. Sendo assim, o tratamento dessa condição varia entre uma simples observação até a retirada cirúrgica nos casos sintomáticos.

A cirurgia está recomendada em casos onde o tumor causa problemas estéticos, dores,quando compromete crescimento de ossos, quando está próximo de nervos ou gera algum incômodo. Em casos de osteocondromas múltiplos na perna, eles podem estar em diversas articulações, causando assim dificuldade na movimentação, por exemplo. O tratamento leva em conta diversos fatores como a idade do paciente, seu estado de saúde, tamanho e localização do tumor, preocupações estéticas e outros fatores.

Conte com o Dr. Daniel Rebolledo

Dr. Daniel Rebolledo é ortopedista e traumatologista especializado em Oncologia Ortopédica e Cirurgia do Quadril.

Comentários do Facebook

Dr. Daniel Rebolledo é filho de pais chilenos que imigraram para o Brasil na década de 70. Nascido em São Paulo , no bairro do Belenzinho no ano de 1978, cresceu no bairro da Vila Mariana. Estudou nos colégios Liceu Pasteur e Bandeirantes, onde decidiu que sua paixão seria a medicina. Em 1996 passou pelo vestibular da FUVEST , um dos mais difíceis e concorridos do Brasil , e entrou direto numa das melhores faculdades de medicina do país, a faculdade de Medicina da USP (Universidade de São Paulo).

Na faculdade de Medicina da USP foi muito participativo das atividades esportivas da atlética , fazendo partes dos times de futebol de campo e salão e participando de diversos torneios universitários. Além disso, ele sempre gostou das atividades acadêmicos, participando de diversos estágios extracurriculares como ligas de medicina e dissecções anatômicas. Fez estágios de instrumentação cirúrgica, onde conheceu e participou de inúmeros procedimentos cirúrgicos ainda como aluno de medicina. Ao fim da faculdade , optou se especializar em ortopedia e foi aprovado no concurso do Instituto de Ortopedia e Traumatologia do Hospital das Clínicas.