Infiltração do quadril

Infiltração é um procedimento médico no qual é feita uma injeção de medicamentos em uma área específica do organismo.

As infiltrações podem ser feitas em diferentes locais e com diferentes medicamentos, dependendo da patologia e do objetivo do procedimento.

O procedimento de infiltração do quadril pode ser feito em tendões, bursas ou dentro da articulação.

O objetivo da infiltração pode variar de acordo com a patologia podendo ser diagnósticas ou terapêuticas

  • Infiltração diagnóstica: é feita quando existe dúvida no diagnóstico. Em alguns casos, pode haver dúvida se a dor é originada do quadril ou da coluna, por exemplo. Neste caso é feita uma infiltração com anestésico para avaliar se o local infiltrado é realmente o local de origem da dor. Caso a dor seja totalmente resolvida com a infiltração do quadril , quer dizer que este local é a origem da dor.
  • Infiltração terapêutica: é feita para aliviar a dor, diminuir a inflamação do local afetado ou para melhorar a viscosidade da articulação.

PerguntasFrequentes

Quais medicamentos podem ser infiltrados?

Os medicamentos mais utilizados para infiltração são:

  • Anestésicos locais: são medicamentos utilizados  na maioria das infiltrações. Eles têm a função de  diminuir a dor do procedimento e são úteis para verificar se o local infiltrado está correto.
  • Corticosteróides: são medicamentos anti- inflamatórios hormonais potentes. Eles aliviam a dor e inflamação do local infiltrado, tendo pouca absorção no resto do organismo. Existem diversos tipos de corticosteróides com diferentes propriedades de absorção. Alguns são mais indicados para infiltração intra- articulares e outros extra- articulares.
  • Ácido hialurônico/ hilano: esta substância sintética pode ajudar a reduzir a dor e inflamação de sua articulação. O ácido hialurônico funciona como um lubrificante e um amortecedor de carga da articulação. A infiltração articular de ácido hialurônico também é conhecida como “viscossuplementação”.

Quais os tipos de infiltração do quadril?

As infiltrações do quadril podem ser articulares (dentro da articulação) ou extra- articulares (fora da articulação: dentro de tendões, bursas ou trajetos de nervos).

Algumas infiltrações extra- articulares podem ser feitas no consultório, com anestesia local. O local da infiltração é determinado por reparos anatômicos e pela localização da dor do paciente.

Já as infiltrações intra- articulares devem ser feitas guiadas por imagem. Podem ser feitas guiadas por ultrassom  ou por radioscopia.

Em quais patologias ou situações podem ser realizadas infiltrações do quadril?

  • Síndrome de dor do grande trocanter (SDGT).
  • Tendinite do glúteo médio e mínimo.
  • Bursite trocantérica.
  • Bursite do iliopsoas.
  • Ressalto do quadril.
  • Sinovite do quadril.
  • Osteoartrose.
  • Síndrome do impacto do quadril.
  • Artrites inflamatórias.
  • Após procedimentos cirúrgicos.

Como é feita a infiltração do quadril?

No caso de infiltração extra- articular da bursa trocantérica, o procedimento pode ser realizado no consultório. Este procedimento só pode ser feito por médicos.

  1. Inicialmente , o paciente fica posicionado de lado, com o quadril afetado virado para cima.
  2. É feito um exame físico para avaliar a anatomia local e o exato local da dor.
  3. São preparados os medicamentos para a infiltração. Normalmente são utilizados anestésico local e corticoesteróides.
  4. É feita antissepsia local para evitar contaminação da agulha.
  5. É realizada anestesia local. 
  6. É feita a introdução da agulha até o local da bursa e da dor. 
  7. O medicamento é injetado no local da inflamação.
  8. Retira-se a agulha e é feito um pequeno curativo local.

 

No caso de infiltração intra- articular, o procedimento não pode ser realizado com precisão sem auxílio de um método de imagem como ultrassom ou radioscopia. Pessoalmente , realizo este procedimento em centro cirúrgico e utilizo radioscopia e anestesia geral para melhor conforto do paciente.

  1. Paciente anestesiado , fica deitado em uma mesa especial radiotransparente.
  2. É feita antissepsia local para evitar contaminação da agulha e colocados campos cirúrgicos para assepsia. O procedimento é feito de forma totalmente estéril com aventais cirúrgicos e luvas estéreis.
  3. A radioscopia é realizada para identificar o exato local da articulação
  4. É feita a introdução de uma  agulha especial até o local da articulação
  5. Verifica-se se a mesma está na articulação 
  6. Injeta-se o ácido hialurônico e outros medicamentos , se necessário.
  7. Retira-se a agulha.
  8. Pode-se realizar um ponto de sutura, e é feito um pequeno curativo local.

Quais os riscos de infiltração no quadril?

O índice de complicações das infiltrações é muito baixo. Este é um procedimento seguro e pouco invasivo, mas sempre podem ocorrer complicações como:

  • Aumento na dor e inchaço na área injetada.
  • Aumento do nível de glicose  durante alguns dias se tiver diabetes.
  • Infecção.
  • Lesão de  cartilagem ou tendínea nos casos de múltiplas injeções. 
  • Alteração da cor da pele ao redor do local de injeção.

O que acontece após uma infiltração do quadril?

Após a realização da infiltração do quadril, o paciente poderá ir para casa e deverá manter repouso domiciliar o resto do dia. Este é um procedimento pouco invasivo, e o paciente não necessita permanecer internado na maioria dos casos.

Dependendo do tipo de infiltração, são associados alguns analgésicos para controle de dor, já que pode haver um pequeno aumento de dor nos  primeiros dias da infiltração.

O curativo poderá ser retirado no dia seguinte, e não há necessidade de troca seriada do mesmo.

O paciente poderá retornar às suas atividades diárias no dia seguinte. Quando a dor estiver melhor, poderá iniciar alguns exercícios e atividade de maior carga conforme orientação médica. O aumento de carga deverá ser sempre gradual e progressivo para evitar recidiva da dor.

A partir daí, o protocolo de  reabilitação vai depender do motivo da infiltração. Provavelmente o paciente deverá realizar fisioterapia e deverá seguir os cuidados e a prescrição de medicamentos conforme orientado por seu médico.

O paciente deverá registrar os níveis de dor antes e após o procedimento para que tenha um resultado objetivo do procedimento e para que possam ser planejados os próximos passos do tratamento.

Caso haja uma melhora da dor dentro dos primeiros 10 dias da infiltração do quadril, temos um indicativo de que esta região realmente era a causa da dor. Caso não haja nenhuma melhora, deve-se seguir investigando outras causas da dor.

Dr. Daniel Rebolledo

  • Membro da Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia (SBOT)
  • Membro da Sociedade Internacional de Salvamento de Membro (ISOLS)
  • Médico Assistente do Instituto do Câncer do Estado de São Paulo (ICESP)
  • Médico Consultor do Grupo de Oncologia Ortopédica do Hospital Mário Covas da Faculdade de Medicina do ABC
  • Membro da Associação Brasileira de Oncologia Ortopédica (ABOO)
SAIBA MAIS
Dr. Daniel

Agende Sua Consulta

Para agendar sua consulta clique no link e siga as instruções. Ou, se preferir, Entre em contato por telefone em uma das unidades mais próximas a você em São Paulo ou Santo André.

São Paulo:

DWO Médicos Associados | Rua Haddock Lobo, 131, cj 1509 Cerqueira César, São Paulo / SP | (11) 4750-2209

 Whatsapp: (11) 93387.0542

Santo André:

Instituto Prata de Ortopedia | Rua das Paineiras, 161 Bairro Jardim – Santo André / SP | (11) 2677-5711 | (11) 97433.8167

últimas do blog

Copyright © Todos os direitos Reservados. | Dr. Daniel Rebolledo - Médico CRM-SP 12 3456

Criação de sites: Agência 3xceler - Criação de sites
LIGAR

Olá!

Gostaria de receber uma ligação?

NÓS TE LIGAMOS
Informe seu telefone que entraremos em contato o mais rápido possível.
Gostaria de agendar e receber uma chamada em outro horário?
Deixe sua mensagem! Entraremos em contato o mais rápido possível.
Ícone do Whatsapp branco em fundo verde